quarta-feira, 18 de abril de 2012

Sem Formol... só Ácido Glioxílico

Os últimos dias têm sido corridos, estou fazendo testes de produtos que recebemos, retocando os cabelos das "cobaias", fazendo exames, indo a consultas, tentando programar matérias para o período de convalescença, respondendo e-mails (ainda estamos com atraso de cerca de 30 dias), essas coisas... E tudo sem passar muito tempo longe do repouso, não quero ter outra crise... rsss...

Mas não poderia deixar de compartilhar um texto de um profissional que eu respeito muito, e que assim como eu não se cala e não cede às pressões de mercado, que infelizmente levam à uma série de mentiras fantasiosas, o Prof. Celso Martins Junior. Encontrei o texto no blog Tricologia Médica que pertence ao respeitável Dr. Ademir Junior, um dia ainda farei um curso de tricologia com ele =) Abaixo o texto.

"FORMOL E O CICLO DA DROGA “PROGRESSIVA"

TEXTO ESCRITO PELO RECONHECIDO PROFESSOR CELSO MARTINS JÚNIOR PARA O GUIA DOS SALÕES.LEIAM, É DE GRANDE IMPORTÂNCIA PARA QUEM SE PREOCUPA COM A SAÚDE DOS CABELOS E PARA QUEM QUER PRATICAR UMA TRICOLOGIA SEGUINDO OS PRINCÍPIOS BÁSICOS DA CIÊNCIA DOS CABELOS.

Longe de querer cansar meus amigos cabeleireiros e todos aqueles que possuem alguma relação com o setor cosmético, gostaria apenas de atualizar o tema, já que a demanda, a dificuldade de interpretação e porque não dizer a curiosidade, sempre são fatores impeditivos para o início de uma grande revolução em nosso “belo” setor de trabalho.Tenho refletido sobre um conjunto de acontecimentos consecutivos e importantes para o mercado de alisantes capilares e coincidência ou não, o reconhecimento da profissão “cabeleireiro”, foi fortemente vinculado à tarefa de fiscalização por parte das SIVISAS, as vigilâncias sanitárias locais, que possuem ainda o direito da multa e das exigências por autuação. Convenhamos!, em tempos de grandes projetos como Olimpíadas e Copa do Mundo, é necessário construir mecanismos de geração de receitas. Obviamente que a cúpula do governo, vem assistindo a escalada meteórica do setor cosmético no Brasil, com destaque para o número volumoso e graúdo de salões de beleza que se alastram pelo país. Obviamente isso não seria deixado de lado pelas bases do governo.

O fato é que o ciclo do FORMOL, do GLUTARALDEÍDO e me desculpem, mas não posso deixar de mencionar o ÁCIDO GLIOXÍLICO e tudo aquilo que vem sendo gerado dele com nova opção de “A PROGRESSIVA SEM FORMOL”, se tornou um problema de primeira ordem para a ANVISA, que deverá tomar uma medida drástica em relação ao tema no próximo mês.

Como se já não bastasse, o Brasil volta a ser referência de ilegalidade para o mundo e esse tal “jeitinho brasileiro” que hora nos ajuda e hora nos atrapalha, transformou “a busca do liso perfeito” num problema de dimensões internacionais. Muitos dos bons profissionais, empresas nacionais e multinacionais resistiram à ilegalidade e imoralidade do formol e não trocaram seu longo aprendizado tão pouco seu compromisso com os amantes do bom cosméticos pelo dinheiro sujo e mal explicado, originado pelo ciclo de desgaste progressivo do formol.

É preciso entender que agora a “conta chegou pra pagar”, e o Brasil não terá como correr deste compromisso com o mundo. O país que tantas vezes é lembrado como uma referência para processos alisantes, agora tem contas a prestar com a humanidade. Precisaremos redefinir conceitos, legalizar o uso de matérias-primas contestáveis pela nossa própria legislação cosmética e é com a fúria de um “TAL CAPITÃO”, que lhes digo que não devemos parar de lutar, pois nem mesmo a política e o dinheiro devem servir de barreiras para a moralização do setor. Sonho com o dia em que nossos profissionais agora reconhecidos mudem o seus comportamentos diante desta provocação de dinheiro fácil e que façam uso de um conhecimento técnico invejável a qualquer profissional de qualquer parte do mundo para embelezar e encantar as pessoas com suas mãos mágicas.

Neste momento, me lembro de Alvin Toffler, em “A terceira onda”. As grandes mudanças e o verdadeiro potencial de cada empresa/organização está no seucapital intelectual, este sim, senhores, é o que pode caracterizar o “sangue azul” de uma “grande empresa”. Resta a Z.I.C, o maior cartel de formol já presente no globo, se esconder e camuflar seus pontos de misturas em fazendas e condomínios das grandes e pequenas cidades de nosso país.

Celso Martins Junior. Técnico Químico e graduado em Técnologias de Produções Industriais pela FATEC SP– Faculdade de Tecnologia de São Paulo. Especialista em Marketing Estratégico pela ESPM – SP, pós-graduado em Gestão Empresarial e em Cosmetologia com extensão em Perfumaria Fina e Tricologia Avançada no TRI - Princeton University / USA. MBA em Cosmetologia com extensão em Cosméticos Orgânicos e Sustentabilidade pela Escola Balear da Universidade de Palma de Mallorca – Espanha. Gestor de Engenharia Cosmética para o mercado nacional, América Latina e Europa da Grandha Professional Hair Care do Grupo Martbel. Responsábel Técnico para o Grupo Keraplus S.A. – Nanomax International / Academia Mahogany – Espanha. Consultor técnico para a Wella Professional do Brasil - Grupo Procter&Gamble Professor do Curso de Visagismo e Terapia Capilar da Universidade Anhembi Morumbi do Grupo Laureate International Universities, para as disciplinas de cosmetologia, químicas capilares, colorimetria e bases alisantes. Diretor Técnico da Associação Brasileira de Cosmetologia. Complemento de informações: http://lattes.cnpq.br/0870271831529614 Diretor Técnico do Grupo Martbel. Professor de Cosmetologia da Universidade Anhembi Morumbi Twitter: @celsomartinsjr"
Quando fizemos aqui a primeira matéria sobre o ácido glioxílico recebemos o comentário abaixo, e eu não associei o nome a pessoa, depois em Alisamento Fantástico falei sobre a citação do químico que participou do programa Bem Estar, novamente sem ligar o nome a pessoa... rss.. relevem, eu já fui loira.. rsss...

"Parabéns Carla!, sua abordagem e seu posicionamento foram perfeitos.

Celso Martins Junior.Prof. De Cosmetologia Avançada da Universidade Anhembi Morumbi.

Segue abaixo uma informação importante...

O ácido glioxílico ou ácido formilfórmico é um ácido orgânico de fórmula OHC-COOH, e é o mais simples dos ácidos-aldeídos.

As reações de ácido glioxílico com ácido lático, geralmente presente, promove a liberação de moléculas de formoldeído, quando submetidos ao calor da piastra.

Um grande abraço. Parabéns pelo posicionamento."

Desde a primeira publicação sobre o maldito "ácido orgânico" aqui no blog, tem chovido comentário e e-mails. Na primeira publicação eu transcrevi uma matéria de uma conceituada revista do segmento, comentando com sarcasmo os pontos em que o autor do texto apenas copiou sem usar o raciocínio lógico, mas se você não entende de ironia nem tente ler.

Desde sempre falamos aqui sobre os perigos das mentirinhas nas entrelinhas, os nomes complicados nas formulações, as promessas milagrosas e o risco de pagar um "tratamento" e acabar sendo uma cobaia.

No inicio dessa vibe "orgânica" lembro de ter falado a vocês para esperar e observar o quê aconteceria com os cabelos que estavam usando essa química "totalmente natureba" e que só então eu falaria sobre. Pois é... pouco mais de 1 ano após a primeira matéria e eu já tenho um vasto material recebido de vários leitores contando suas experiências e tive contato com um cabelinho processado com uma escova de argan "azulzinha".

Eu duvidei daquela informação que o ácido glioxílico penetra no córtex, que mexe com as cadeias de enxofre, pontes de cistina, pontes de hidrogênio (cada marca diz uma coisa), etc... Mas conforme os relatos foram chegando eu pude reorganizar as informações e infelizmente para a pior. Houve muitos relatos de cabelos e couro cabeludo com mal odor, de azedos a cheiros de metais, cabelos que se tornaram extremamente frágeis, que apresentaram incompatibilidade a outras químicas após serem processados com essa substância, cabelos que sofreram corte químico, e cabelos que não apresentaram danos (ainda).

Lembra o resultado da primeira progressiva? Aquela que usava defrizante, formol e queratina? Então, muita gente não gostava pois o fio ficava grosso. Mudaram e retiraram a queratina, fazendo com que o fio ficasse mais fininho. Tinha cabeleireira na tijuca que aplicava formol com água e cobrava em média R$ 500 cada aplicação.

Desde então o cabelo de progressiva que antes era detectado ao observar um cabelo esticado e grosso passou a ser percebido como um cabelo esticado e extremamente fino, cada vez mais fino conforme a quantidade de retoques.

Sobre o cabelo processado que eu analisei, ele possuia muitas mechas loiras e estava na segunda aplicação da tal escova. Aplicada a coloração (Socolor Matrix) para fechar o tom o cabelo se tornou elástico. A espessura demasiadamente fina dava sensação que se partiria. Após enxaguar entrei com uma reconstrução (Avlon) seguida de hidratação (NPPE), parecia que não havia feito nada além da coloração. O cabelo não sorveu nada do tratamento, continuava embaraçando muito enquanto estava molhado, tornando a escovação cansativa e dificil. Decidi aplicar o óleo Moroccanoil e secar com os dedos, no topo parece que a coloração removeu toda a "capa", pois o cabelo ficou frizado destacando do resto esticado. Finalizei pranchando.

Após ler a opinião do Celso e a minha experiência, dá para concluir a minha opinião certo?
Para quem não entende entrelinhas... Não usaria e não recomendo essa substância. Opinião oficial até a segunda órdem.


Beijocas...


79 comentários:

  1. Carla,
    Também acompanho seu blog e fiquei feliz em ver o texto do Celso por aqui.
    Com muito esforço trabalharemos para a segurança dos profissionais de cabelo que ficam expostos a substâncias de risco, além de suas clientes que vez ou outra desenvolvem problemas quando submetidas a procedimentos com formol ou ácido glioxílico.
    Grande Abraço e entre em contato para que possamos conversar pessoalmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ademir,
      É uma honra tê-lo por aqui =)
      Beijocas

      Excluir
    2. sou cabeleireira a muitos anos vi o nascimento do formol,quando preparavamos em casa ,procurava adicionar produtos de qualidade da lóreal,sempre tratei dos cabelos das minhas clientes com lóreal e redken,tenho cabelos negroides q viviam partindo,csaindo com hidróxidos e tioglicolato e hoje estão com ótimo crescimento e cabelos com muita vida,tenho clientes q me acompanham há 15 anos,não tenho do q reclamar,agora uso salvatore e estou muito satisfeita.

      Excluir
  2. Que MEDO desse produto e mais ainda da coragem/mau caratismo de um "profissional" aplicar esse produto.
    Obrigado pelo ALERTA.
    Bj.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nádia,
      Ainda rola o problema dos profissionais que acreditam em tudo que o vendedor fala, não questionam, não fazem questão de entender o mecanismo de ação, os prós e contras. Só se importam com o percentual de lucro. Infelizmente...
      Beijocas

      Excluir
  3. Olá Carla!

    Mais um post ótimo! Ironia e conteúdo é pra poucos! Estou sempre aprendendo algo novo por aqui, me munindo de argumentos contra esses alisamentos milagrosos.

    Bjs


    PS: Uma dúvida: quando a cliente decide parar com a progressiva, como proceder?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mada,
      Bigaduuuu =)

      Estou preparando um texto sobre esse tema.. rss..
      Mas adiantando, quando vc para com as escovas a parte processada que fica linda com a química, começa a mostrar sua verdade e fica extremamente seca, então precisa entrar com boas máscaras de nutrição e bons cremes de pentear/escovar para deixar o comprimento com carinha de tratado.

      Entrar com reconstrução principalmenbte na parte crescida virgem para preparar para receber uma química limpa ou caso queira voltar ao natural, manter escovado para esperar crescer sem ficar com o efeito chafariz (raiz cacheada/crespa e pontas esticadas), e ir cortando aos poucos até remover a parte alisada.

      NÃO EXISTE QUÍMICA QUE REMOVA A QUÍMICA ANTERIOR DEIXANDO UM CABELO QUE JÁ FOI PROCESSADO VIRGEM NOVAMENTE!!!!

      Beijocas...

      Excluir
    2. Mas Carla, a progressiva não sai com o tempo, com as lavagens? Não seria isso um dos diferenciais em relação ao relaxamento?
      Ou no fim das contas dá na mesma?
      Deixar o cabelo crescer, no caso, seria só para ir retirando a parte danificada, certo?

      desculpe tantas perguntas, é que tb estou me livrando da possessiva.

      Excluir
    3. Oi Carla! Obrigada por responder =]
      Como sempre, estou ansiosa pelo post!
      Bjs

      Excluir
  4. realmente eu não faço progressivas graças a Deus pois tem muitos "profissionais" que ainda dá seu jeitinho Brasileiro para fazer os fios ficarem chapados e dizer que não havia formol ali ...ou outra substância perigosa ..eu definitivamente abomino o uso disso e do outro kkkkk ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gih,
      Essas novas ficam no mesmo patamar das antigas progressivas, danificam do mesmo jeito e também oferecem resultados maravilhosos, cada um tem direito de decidir se qur ou não fazer uso, mas precisa saber os prós e contras, né? rss
      Beijocas

      Excluir
  5. Uiii!!!
    Entendi todas as entrelinhas... ( acho...rsss)
    Adorei o texto! Longo, mas muito explicativo.
    Nunca tinha ouvido falar de ácido glioxílico antes de sábado passado.
    Acho que agora você não precisa mais dar resposta àquela empresa, né?
    Beijos,
    Ótimo trabalho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que seja tipo "Sem mais a declarar!" rss...
      Beijocas Simone =)

      Excluir
  6. O que me assusta eh a falta de regulamentação dessas escovas.. pq quando vc vai fazer progressiva com formol num fundo de quintal vc está assumindo um risco. Mas à partir do momento que o produto aparece todo bonitão nas prateleiras e sem nenhum aviso quanto às substâncias contidas e os riscos de uso, a pessoa pressupõe que o produto é seguro e que há fiscalização estatal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cosmético Grau 1 (shampoo, condicionador, sabonete, etc) não é testado pela ANVISA, e mesmo que fosse, só procuram formol...

      Já que para a industria só importa o $$$$, cabe aos profissionais estudar, pesquisar e tentar ao máximo entender os mecanismos de ação dos produtos que usam em seus salões.
      Beijocas...

      Excluir
  7. Hí....

    Meu blog é bem menos conhecido que o seu, e já rolou uuma chuva de comentários, patadas e afins no meu post, e eu nem fui tão incisiva.Prepare-se par apertubação parte dois.Recebi email mal criado até de uma empresa enorme , q tinha nem idéia q sabia quem eu era na cesta básica e deve ter achado a gente via google...

    aliás, mesmo post que vc comentou no dia 8 de abril, me elogiando.Vim agradecer. Foi muito significativo para mim, porque eu leio seu blog há muito tempo, e gosto muito de você falar das coisas sem reservas.Eu nunca fui de comentar, mas te lia. Você já era do nosso blog roll inclusive. Então, resumindo, ficamos felizes que você tenha gostado do nosso blog, e nos adicionado no seu blog roll.

    sobre o post de hoje..importantíssimo o tricologista se posicionar a respeito disso. Muitas vezes a gente tenta falar e desqualificam a nossa opinião, agora a de um tricologista não tem muito como certo?

    Minnie Santos -Maxibolsa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Minnie,

      Pois é... as empresas agora são adeptas do google... rss... Só agridem porque se sentem ameaçados, se tivessem convicção que estão certos e que estão fazendo um bom trabalho e honesto nos ignorariam, cientes do bom serviço que vendem... Mas vamos deixar esse povo de fora.

      Os resultados falam por si, mais hora menos hora essa bomba explode e vamos ter o orgulho de dizer: Eu já sabia!

      Eu adorei seu cantinho Mi, agora no blogroll fica mais fácil te visitar mais vezes. Obrigada pelo carinho e continue sempre com sua força e personalidade, porquê quem vai na onda dos outros uma hora afunda.

      Beijocas...

      Excluir
  8. olá gostaria que vc falase mas sobre o acido aglioxilico ele e como o formol por favor mim responda pos vendo uma progressiva abse de acido aglioxilico e serasina mande uma resposta por favor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou transcrever um trecho do texto acima que responde a sua pergunta, analise:

      "O ácido glioxílico ou ácido formilfórmico é um ácido orgânico de fórmula OHC-COOH, e é o mais simples dos ácidos-aldeídos.

      As reações de ácido glioxílico com ácido lático, geralmente presente, promove a liberação de moléculas de formoldeído, quando submetidos ao calor da piastra."

      Excluir
  9. Obrigada Carla,
    por sempre nos orientar e nos informar sobre esse assunto.
    Vc salvou os meus cabelos de uma progressiva;
    comprei quando cheguei em casa e pesquisei, seu blog me alertou sobre o grande perigo!
    Já faz quase um ano que te sigo, desde então sigo sempre as suas valiosas dicas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paulinha,
      Obrigada pelo carinho e confiança.
      Beijocas

      Excluir
  10. Carla,mais uma vez estou aqui para te agradecer e dizer que graças ao teu blog não fiz e jamais farei escova progressiva,definitiva,etc..etc..etc.
    Vc ganhou minha inteira confiança e minha eterna admiração,uma profissional de respeito e porque não dizer,de coragem.
    Obrigada por fazer de tudo pra preservar não só a estética,mas sim a saúde.Obrigada por tudo!

    ResponderExcluir
  11. Carla,graças a vc eu não fiz e jamais fareis essas esovas doidas e alerto sempre quem vai fazer.
    Vc conquistou minha confiança e minha eterna admiração,parabéns pela trabalho de coragem e pesquisa,maravilhoso!!!
    Espero que muitas outras,como eu parem esta loucura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kajira,
      Obrigada pela confiança =)

      Minha inspiração é acreditar que as pesoas podem começar a questionar, não aceitar somente um nome e sim pensar o que esse nome quer dizer, como ele age e não mais aceitar o termo "trata" como única palavra importante em um rótulo. Um dia chegamos lá, né? rss..
      Beijocas...

      Excluir
  12. Carla,
    Por favor me tira essa dúvida, escova orgânica tem formol?
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulinha, um trecho do texto acima que responde a sua pergunta, analise:

      "O ácido glioxílico ou ácido formilfórmico é um ácido orgânico... é o mais simples dos ácidos-aldeídos.

      As reações de ácido glioxílico com ácido lático... promove a liberação de moléculas de formoldeído, quando submetidos ao calor da piastra."

      Excluir
  13. A sericina, uma proteína que forma a fibra da seda, é o diferencial do método. "Primeiro, a queratina completa as falhas no fio, devolvendo a massa perdida com as agressões naturais ou das químicas. Depois, a sericina forma um filme em volta dos fios, selando as cutículas" Descrição de um produto q tenho curiosidade em conhecer a Base de SERICINA. Vc conheci qual sua opnião Carla?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Sericina ou Proteína de Seda é uma proteína e todas as proteínas ajudam na regeneração do fio (Reconstrução), a Sericina usada com poliquaternio7 se torna condicionante.

      Se esse produto diz que esse "filme" é o que alisa, sai fora. Se a função é somente hidratar ou reconstruir tratando as cutículas, investe, mas se promete alisar por causa da queratina e da sericina, já sabe...

      Excluir
  14. Carla,

    É tudo tão escondido, as informações são mascaradas, são "meias verdades" e também mentiras descaradas, que quando nos deparamos com pessoas que dão a cara a tapa, como você, como o Dr. Ademir Junior ou o professor Celso, demoramos a conseguir processar toda essa gama de informação, mais ainda, a realidade a que somos submetidos, bem verdade, que as vezes, porque queremos, não nos informamos, mas nesse caso em especial, nas escovas progressivas, nas ditas sem formol, é mais complicado né? É muito engodo, há a conivência da indústria de cosméticos, farmacêuticos, a própria Anvisa, os profissionais de beleza, os donos de salão ( sei que nem todos e muitos também são enganados), é uma questão difícil de controlar, dominar, não somos químicos, por mais que nos informemos, a indústria se esmera em criar artifícios, novos nomes, novas fórmulas e o Gonverno, a segurança sanitária, a saúde pública que deveria ser zelada, fica à deriva...Mas naõ é de se espantar, as pessoas estão morrendo de dengue, por questões que poderiam ser evitadas, mas é abafado e vive-se no faz de conta!!!

    Esse caso das escovas é algo muito, muito sério, de uma proporção enorme, é uma pena que seja tão pouco divulgado, tão pouco falada e mais ainda que não haja consciencia!!

    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Carla!!! Graças a vc estou livre de escovas progressivas, lembro que li no seu blog sobre essas escovas eu já tinha utilizado,na época eu lembro que eu tinha achado vc super radical com sua opinião e conhecimento...mas o tempo veio mostrar os estragos nos meus fios e infelizmente a falta do meu conhecimento fez com que eu sofresse com a dor!!! Vale lembrar que milagres não existem, para vc modificar radicalmente algo do seu cabelo ou até do seu corpo, vc terá que sofrer as consequências dessas mudanças, pois ainda a medicina não interfere na genética e graças à Deus que não!! Cuidar do corpo ,como um todo ,requer muitos cuidados e dedicação. Enfim como o assunto é cabelos, o que eu posso dizer que não uso mais esse tipo de produto há 1 ano e meio e ainda sofro as consequências, mesmo com todo cuidado diário e gastos com meus fios. Conhecimento é tudo, principalmente dividir esse conhecimento como vc faz. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  16. Carla que maravilha esse post, q maravilha é sua coragem de remar contra a maré e dizer o q as indústrias querem esconder. Só tenho q te agradecer e te enviar boas vibrações pra q vc fique boa logo, e continue com esses post esclarecedores e cheios de verdades. Torcendo tb pra vc vir morar em Goiás assim posso deixar meus cabelos em suas mãos. Beijocas

    ResponderExcluir
  17. Olá Carla,
    Estava pesquisando na net e tds os topicos me dirigiram a seu blog, que por sinal é muito, muito bom, deviam existir mais profissionais como você que pesquisam a fundo e não se vendem às industrias. Meu cabelo apesar de ser negroide utiliza o tioglicolato de amonio há varios anos e nunca tive qualquer problema. Faço hidratações semanais no salão com a linha opti smooth da Matrix e a Fiberceutic da loreal uma vez no mês. No fim do ano passado achei de aceitar a aplicação de um tal de Laminate Brushing, da Niasi, com a promessa que prolongaria o resultado do alisamento,após esta aplicação meu cabelo nunca mais foi o mesmo e quando fui aplicar o tioglicolato dois meses depois do Laminate meu cabelo partiu. Você teria alguma sugestão para mim? Desde então não relaxei mais e só tenho hidratado, pois estou com medo de ocorrer o msm problema.
    Desde já obrigada pela sua atenção é parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola! Meu nome é Angelica e gostaria de saber sua opinião sobre a nova escova progressiva Anna Haven. Diz agir por oxidação negativa sistema hydrosistein é o ativo no caso. Passou até em pequenas empresas grandes negocios. Gostaria de saber a sua opinião. Obrigada.

      Excluir
  18. Olá Carla, P
    Parabéns pelo seu blog, me esclareceu muita coisa! Gostaria de saber se vc conhece o LAMINATE BRUSHING da Niasi. Usei este negócio no fim do ano passado com a promessa de q prolongaria o resultado do alisamento com tioglicolato de amonio (apesar de meu cabelo ser negroide uso há varios anos trimestralmente sem problemas e c bom resultado). Só q além do resultado não ficar bom, o cheiro ser horrível, no alisamento seguinte meu cabelo partiu, até pensei: meu cabelo está fraco! Hidratei, nutri, usei o fiberceutic da loreal (muito bom p o meu cabelo p sinal) e três meses depois lá fui eu tentar alisar novamente e o cabelo partiu mais ainda. A cabelereira e o representante do produto juram q o problema é c o tioglicolato q segundo eles meu cabelo não aguenta mais e tenho de usar só esse Laminate daqui por diante. Mas na minha cabeça o problema foi exatamente o Laminate, pq uso o tioglicolato há mais de 20 anos e nada parecido havia acontecido. Você pode me dar uma luz Carla?

    ResponderExcluir
  19. Oi Carla!!! Só me tira uma duvida... Como a gente faz pra saber que um produto tem esse acido..??? Como ele bem escrito na formula?? Qual o nome comercial? Ou industrial?? Ou cientifico??
    Muitos rótulos de cosmeticos agora tem vindo com os nomes dos compostos em inglês... Dai fica difícil...
    Acho que isso tinha que ser proibido...

    ResponderExcluir
  20. Pergunto isso pq fiz uma que me venderam como se fosse uma reconstrução... Chamada botox capilar... Nao sabia que estava fazendo uma progressiva....
    Olhei por curiosidade na formula depois e nao vi esse acido... Só o acido latico e carbocisteina...

    ResponderExcluir
  21. Ops, me confundi... Tá escrito acido cítrico....

    ResponderExcluir
  22. Parabéns pelo blog maravilhoso e informativo! Quem dera existissem profissionais como vc aqui onde eu moro...

    Gostaria muito de uma conselho seu:

    Tenho o cabelo entre crespo e cacheado, fino(tipo caucasiano), só que ele tem muito volume e arma mto fácil, pra ter idéia, tenho que deixar ele secar num coque senao fica um deus nos acuda...

    Queria muito alisa-lo e pelo que lí nos seus post`s a química ideal seria o tioglicolato, o porem é que já fiz relaxamento a uns 4 anos atrás com o tio da wella e o cabelo ficou terrível, armou ainda mais e ressecou pra caramba!!!

    Esperei todo esse tempo e fui cortando pra tirar as partes com química e fiz um novo teste de mecha, dessa vez para a escova defeinitiva com X-Tenso. A cabelereira usou a força naturais resistentes, fez o teste do pente e nó, escovou, neutralizou td certinho, na hora ficou lindo. Mas 3 dias depois quando eu lavei, a mecha teste voltou completamente! e pior ainda mais armada que antes.

    O que eu faço, gostaria mto de alisar com um química limpa, mas estou quase cedendo para testar uma progressiva,
    HELP!!!

    ResponderExcluir
  23. Oi Carla! estou completamente vidrada no seu blog! Sou completamente viciada em tratar meus cabelos e achei aqui respostas para perguntas ate então não respondidas! =D
    Tenho cabelos crespos, e sempre pesquisei muito antes de fazer qualquer tipo de quimica no me cabelo. Nunca fui adepta as famosas EP. Ja alisei com hidroxido, guanidica e, ha 7 anos faço com tioglicolato. Como vc sabe, essa ultima, se não for feita por um profissional extremamente cuidadoso, corre o risco de quebar (drobra quimica ne!? huhhul)
    como o salao onde fazia fechou, estava sem alisa-los ha uns 14 meses, é mais de um ano, imagina como estava a raiz ne, gritando!!!! Nese meio tempo sempre fazendo hidratações, recostruções etc etc tec..

    Bom, pesquisei bastante um salão para comoçar de novo o processo de alisamento.. escolhi um salão no shopping Nova America - zona norte do RJ (a proposito, como sou nova aqui, ainda não sei, vc é de onde?) .. Bom.. fiz xtenso no dia 7 de abril, sábado. No domingo meu cabelo começou a quebrar na raiz, ficou super ressecado, com aspectivo de frizado sabe.. fiquei deseperada. Achei estranho o processo que a profissional fez, porque das vezes anteriores foi diferente (ela passou o produto, deixou agir por +/- 30 minutos, depois passou mais produto em cima de onde ja tinha. 10 minutos depois lavou somente com água, isso mesmo, sem shampoo, escovou, pranchou, neutralizou, lavou novamente com agua, tonalizou..(porque ele fixou todo queimado :( ) e finalmente shampoo... Esse procedimento esta certo? Bom, o fato e que meu cabelo ficou horroroso, gastei uma baba de dindin (540,00) para ter meus cabloes ressecados, sem elasticidade e pior, CAINDO! ja estiou com "buracos" no topo da cabeça...bom, fiz um belissimo email para o SAC do salão, eles me responderam meio mal criados, falando que achavam bem estranho tudo isso que relatei acima, mas mascaram uma avaliação com uma tecnica do salão.. Bom, fui nela ontem, na hora ela viu que tinha algo estranho, o ressecado, buracos, partes qubradas.. enfim... me propos dar um tratamento para tentar recupera-los (tentar ne, porque quebra a gente sabe que so terapia da tesoura mesmo ne). ontem mesmo comecei com uma recostrução da avlon.. Ainda nao deu pra notar nenhuma diferença, continua caindi muito.. mas milagre eu nao eperava ne! rsrs
    Vamos ver como ele vai se portar daqui pra frente! rsrs
    Um bjão pra vc, PARABENS pelo blog, é maravilhoso, serio, bem expicado... De hoje em diante, serei sua leitora assidua!
    Bjãooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, o procedimento não é errado... é o mesmo procedimento usado na plástica capilar da Matrix, contudo com marcas diferentes. O que ela fez foi uma escova definitva/texturização/alisamento japonês no seu cabelo. É o mesmo procedimento que fazemos lá no salão que trabalho com X-tenso. Talvez tenha faltado um teste de emcha pra saber se seu cabelo estava preparado pra fazer o procedimento.

      Excluir
  24. Oi Carla, parabens,
    fiz uma escova inteligente ha um ano atraz, a cabeleireia disse que havia formol, mas acho que continha algum tipo de alisante tambem, meu cabelo ficou duro e quando eu lavo fica um cheiro horrivel de amonia e de queimado, tenho ate vergonha, mas estou cortando as pontas a cada dois meses. Qual seria o melhor tratamento para retirar este cheiro, so vitamina T.
    bjs

    ResponderExcluir
  25. Olá Carlinha.. fiquei muito feliz com a sua visita ao meu blog.. (me senti importante), estou a muito sem vir aqui mas prometo vir sempre.. é que a Leila não me dá um tempo... estou muito muito ocupada.. olha daqui uns 2 meses vou para o rio faço questão de uma avaliação sua.. será possivel??

    ResponderExcluir
  26. olá sempre acompanho seu blog,acho ele muito instrutivo,maravilhosa a sua proposta em compartilhar com todos o que vc sabe.De fato nossos cabelos saõ muito importantes e cuidar deles nem sempre é facil....valeu pelos esclarecimentos lógicos que vc posta.. :)

    ResponderExcluir
  27. Oi Carla ...
    Posso provar como ,o Acido Glioxílico e Carbocisteína , ambos não prestam , não são compatíveis com outras químicas como algumas empresas falam por ai, enganam o povo , pessoas desinformadas, mediante a tudo isso , nem sei o que usar em meu cabelo ... Tá osso....

    ResponderExcluir
  28. Olá Karla! Há mais ou menos um ano fui cobaia de uma escova progressiva dessas "sem nada". Formol não tinha mesmo, mas tinha esse tao acido glioxilico. 6 meses depois que fiz, o cabelo estava bastante sem volume, perfeito. Mas resolvi dar um BASTA em toda a química: Há um ano meu cabelo não ve descoloração, tintura ou qualquer tipo de alisamento. Hoje vejo que essa escova fez danos irreversíveis ao meu cabelo. As pontas (que são a parte que ainda tem a escova), não ficam mais de 5 minutos desembaraçadas. Não importa quantas hidratações, queratinizações e reconstruções eu faça, as pontas continuam ásperas e quebradiças (quando eu passo o dedo nelas dá até pra ouvir o cabelo fazendo barulho de tao ásperas!! Elas não seguram NENHUM creme de hidratação.)
    Admito que meu cabelo natural não é bonito (não sei se a escova ou os tantos processos quimicos fizeram alguma coisa na raíz ou no couro, pq meu cabelo nunca mais voltou a ser o mesmo), e hoje em dia faço danos físicos 2x por semana, mais ou menos (infelizmente). Mas to tentando deixar ele natural, vou cortar essas pontas horrorosas e recomeçar o alisamento com guanidina!! DEUS ME LIVRE DE QUALQUER PROGRESSIVA!!

    ResponderExcluir
  29. Carla, descobri seu blog quando estava procurando sobre os efeitos da Z.A.P. e corte químico, e desde então preciso dizer o quanto meu cabelo é grato à você.

    Meu cabelo é liso com ondulações e volume, faço luzes há uns 10 anos e FAZIA progressiva. Fiz a zap justamente com o profissional que cuidava do meu cabelo esse tempo todo, a principio meu cabelo ficou maravilhoso e liso, não perdeu o efeito rapidamente como as outras e após 6 meses fiz de novo. Uns 6 meses após a 2ª zap, meu cabelo teve corte químico bem na parte de trás, a parte mais frágil, mais exposta... Não posso garantir que foi a progressiva, mas após ler tantas coisas sobre o assunto, tenho essa convicção.
    Aprendi a cuidar do meu cabelo aqui no blog, entendi a importância das máscaras capilares (que antes eu pensava ser ineficiente)e principalmente do quanto são diferentes produtos de uso profissional e produtos de farmácia.

    Hoje já se passaram quase 1 ano, faço reconstrução a cada 15 dias, hidratação semanal e só uso produtos melhores (total sentido seu post custo x benefício). Minhas amigas já notaram a melhora, eu sinto como meu cabelo está nutrido, e apesar de não estar tão liso, está saudável, isso não tem preço.
    Tem um post que voce fez uma comparaçao do resultado da progressiva com a foto do leaozinho e do mico leão dourado. Tudo a ver... Gostaria de um post sobre o q fazer quando não se faz mais progressiva, acredito que agora entraremos na fase pós progressiva, onde muitas pessoas terão o resultado de progressivas duvidosas.

    Parabéns por esse serviço prestado, parabéns por ser uma excelente profissional e não se preocupar somente com resultado imediato, adoraria ter uma cabelereira como vc!!!
    Um beijão e obrigada!!!

    ResponderExcluir
  30. Sempre arrasando nas matérias Carlinha!
    Temos que estar antenados mesmo!

    Estamos numa geração, que é difícil entender o que é certo ou errado. No programa da Eliana, o Rodrigo Cintra, o melhor cabeleireiro do Brasil, mostrou um procedimento com acido glioxílico, como método de alisamento! Estamos num campo minado, como vc fala. é difícil saber no que confiar.

    Independente do que usamos, estamos muito esposos. Tem cabeleireiro que morre de câncer de laringe só de preparar tintas por muitos anos, por causa da amônia. Que é super toxica. Já cherei tioglicolato que quase desmaiei com o cheiro.. tem descolorante que fica tonto só de misturar,..kkk

    Todas as químicas de alisamento danificam, principalmente se a cliente não cuidar.
    Confesso que o vicio são com cabelos super mechados.

    Tioglicolato nem pensar! pois o fio quebra só de encostar!

    Acido glioxílico, carbocisteína, amarela muito que nao tem tonalizante que matize. Se usar a chapa em temperatura baixa, não alisa tanto...

    Então apelo para uma progressiva...

    Torço por tudo isto acabar e entrarmos numa nova era, antes que seja tarde demais.

    Até mais. Beijos

    ResponderExcluir
  31. Juci,
    olá Carla!
    Que maravilha encontrar o seu blog,muito esclarecedor! faço curso de cabeleireiro no senac aqui em Manaus e gostaria de saber a respeito da defrizagem gradativa participei da oficina, eles falam que é um tratamento pra baixar volume que nao alisa.Tenho o cabelo volumoso e faço relaxamento com tio, tava pensando em fazer a tal da defr.grad.mais vim pesquisar primeiro. Depois do que eu lí aqui achei melhor nao arriscar.
    Se puder me responder agradeço!
    Beijoooocas!!

    ResponderExcluir
  32. Olá
    Parabéns pelo blog.
    Sei que está meio afastada, mas gostaria que lesse meu comentário assim que possível.
    Bem, o ph das escovas com ácido glioxílico giram em torno de 1,5 e 2,0. Apesar de ser ácido, ph's tão baixos, no lugar de fecharem, podem acabar ABRINDO as escamas. Eu achava a informação estranha, até que encontrei a explicação em um dos livros utilizados pelo SENAC. O capítulo não falava de escovas, mas de ph. Daí com a informação do livro + a informação de média dos ph's das escovas que vi no google, só juntar 1+1 e tchanran! O ácido tem o poder de abrir as escamas e penetrar no fio. Mas o pior ainda está por vir...
    Um ph tão baixo é corrosivo. Então após o uso da fonte de calor (chapinha), o fio não deve ficar emc ontato maior que 20 minutos com o produto, pois este vai corroendo os fios aos poucos. Assim como o efeito liso é progressivo, o efeito corrosivo tb é, de modo que com o passar das aplicações, o fio vai sendo corroído pelo ácido acumulado.
    =\

    ResponderExcluir
  33. Carla,

    O que aconteceu com o endereço dos links das suas postagens? As vezes quero twittar ou colocar no face e não consigo pois nunca aparece o endereço completo do link, só o endereço básico (http://www.euamocabelo.com.br/)que leva para o início do blog e não direto para o link/matéria ... Assim fica difícil passar em frente.
    Bjus e melhoras!

    ResponderExcluir
  34. É ótimo ver como as coisas estão tomando este rumo, pessoas engajadas com o mesmo objetivo: saúde pública. É o que me conforta, após receber a resposta da ANVISA sobre ácido glioxílico e ácido metanoico, fiquei tremendamente decepcionado com a falta de clareza e objetividade que esta entidade demonstrou em seu e-mail burocrático e obtuso. Tenha uma ótima recuperação Carla, e mais uma vez, parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  35. Oi, meu cabelo é anelado e curto e tingido c/ 5560 Vermelho Amora da L'oreal - como poderia começar a alisar para domar e finalmente deixar ele crescer bonito e arrumado? Há anos cortei ele bem curtinho (estilo rapazinho) para eliminar o henê da minha vida e desde então nunca mais conseguir ter fios compridos. O comprimento atual do meu cabelo é de aprox. 4 dedos c/ exceção da nuca que é batida. Como acredito que seria complicado encontrar um profissional que aceite passar a piasta no meu cabelo pelo trabalho que dá e também pelo fato que fazer isto nele c/ o tamanho atual poderia danificar muito, preciso de ajuda para escolher o tratamento / produto adequado. Obrigada!

    ResponderExcluir
  36. OI, TUDO BEM...
    BOM VI EM UM PROGRAMA DE TV FALANDO SOBRE ESSE PRODUTO "Seu inovador sistema de alisamento por oxidação negativa (HydroCistein), altera o pH de forma controlada, liberando naturalmente as ligações que estruturam os cachos e ondas dos cabelos tornando-os lisos e perfeitos."

    AGORA EU TE PERGUNTO ISSO É REALMENTE POSSÍVEL?

    DESDE JÁ OBRIGADA
    SIMONE
    CONSULTORA_SIMONE@HOTMAIL.COM

    ResponderExcluir
  37. Recentemente, a Anvisa também tem sido questionada quanto ao uso de glutaraldeído ou glutaral, que, devido a sua semelhança química com o formol, apresenta também os mesmos riscos e restrições.

    É importante esclarecer que o que está proibido é o desvio de uso dessas substâncias. A legislação sanitária permite o uso de formol e glutaraldeído em produtos cosméticos capilares apenas na função de conservantes (com limite máximo de 0,2% e 0,1%, respectivamente), durante a fabricação do produto, somente. A adição de formol, glutaraldeído ou qualquer outra substância a um produto acabado, pronto para uso, constitui infração sanitária, estando o estabelecimento que adota esta prática sujeito às sanções administrativas, cíveis e penais cabíveis, sendo que adulteração desses produtos configura crime hediondo.

    ResponderExcluir
  38. adoro o seu blog, sempre venho aqui para me atualizar sobre as novidades capilares e pegar suas dicas! acabei de fazer um blog, exatamento sobre isso, cabelos! Me segue...vou te esperar!
    bjos, Juliana

    praquemamacabelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  39. Bye quimicas!
    Adorei o blog,parabens :)

    ResponderExcluir
  40. tive contato com uma progressiva cosmiatrica blow,quando cherei ardeu as narinas e tinha cheiro de formol mas a vendedora insistiu que não tinha formol ficou a duvida.

    ResponderExcluir
  41. PARABÉNS PELO POST MARAVILHOSO E TÃO ESCLARECEDOR.
    BEIJOS

    ResponderExcluir
  42. Oi Carla;conheço teu blog á pouco,mas sempre que tenho duvidas sobre algum produto ou qualquer outra coisa relacionado á kbelos,venho sempre aqui e saio sempre satisfeita...Muito obg por se importar com tds nós mulheres,que muitas vezes numa tentativa desesperada de ficar incondicionalmente linda,colocamos nossos kbelinhos á disposição de pessoas nem tão profissionais,e pior,sob o uso de produtos que são ainda menos eficaz.Bom,aprecio td que vc e o qímico Celso Martins Jr escreveu e td +...Porem,o que vc diz do novo kit da progressiva 'tuttanat',uma com embalagem roxinha...minha cunhada que usar em mim e diz que é muito boa e td +...porem estou com medo...por favor me dê uma luz...please...

    ResponderExcluir
  43. Boa tarde Carla,
    Parabéns pelo Blog! Eu estou entre a Cruz e a caldeirinha!...rs... Faço progressiva há anos, mas da última vez que fiz meu cabelo caiu muito. Parei e agora sofro! O meu maior problema é o frizz. Ele só assentava com a progressiva. Além disso, tenho um cabelo por dentro, que é ondulado e outro por cima, que é liso! Super estranho!
    Eu então passei a fazer mais hidratações, usar óleos, mas ainda não sou tão feliz como era com o formol. De quer forma não queria voltar a usá-lo. Como moro em um bairro pequeno, acho que não consegui ainda confiar um profissional. Sabrina.

    ResponderExcluir
  44. oi carla

    gostaria de informações dobre uk ou acido organico, como aplica e se tem formol, se faz mal.

    obrigada

    ResponderExcluir
  45. Faz duas semanas que fiz escova progressiva sem formol da Agi Max Magic regulamentado pela Anvisa da empresa Soller Brasil. Tenho poucas luzes, cabelos claros, bem finos e enrolados. Achava que por ser sem fomol estava segura. Mas, agora que li seu artigo estou com medo porque nunca tinha feito progressiva antes e meu cabelo também é naturalmente seco, poroso e quebradiço. Estou com medo que ele comece a quebrar porque na embalagem diz que possui Ácido Glioxílico e eu não sei o que faço ainda mais porque queria muito fazer mais luzes nos cabelos daqui a uns 2 meses.

    ResponderExcluir
  46. Eu usei um pote de 500 ml de acido glioxilico fica mt bonito o cabelo mas e nao sabia o quato e perigoso vou deixar de usar entao.

    ResponderExcluir
  47. Toda mulher que faz química de transformação deveria ler o seu blog!parabéns
    Fiz uma escova de carbocisteina há seis meses junto com relaxamento!Não indico de jeito nenhum. meu cabelo tbm é igual a da anônima acima, em cima é mais lido do que dentro do cabelo. Estou seis meses sem fazer química, usando bons produtos como o absolut repair da loreal e k8 e qdo eu quero lisos, faço eu mesma com uma chapa da polishop, aquela vermelha a vapor, que ganhei do meu namorado, a única até hoje q usei que realmente alisa e perdura bem até a próxima lavagem, aquela raizinha crescida.rsr...mas vou voltar a fazer somente relaxamento e só.bjos

    ResponderExcluir
  48. Eu fico pensando e me sinto lesada por todos os fabricantes,porque todos os relaxamentos do mercado de todas as grandes empresas,apresentam danos aos cabelos.Melhor mesmo é não usar nenhum tipo de desestruturante capilar.E ainda ficam nos colocando no meio dessa briga por primeiro lugar no mercado dos cosméticos,sendo que por não termos nenhuma forma de conhecimento químico nos tornamos meros aplicadores de produtos.

    ResponderExcluir
  49. olá adorei esse tema, tenho uma dúvida, a progrssiva com ácido glioxílico é compativel com relaxamento?

    ResponderExcluir
  50. PARABÉNS!!! Olha, o que você faz é muito importante. Por causa de um tópico como o seu eu tomei conhecimento do perigo para a minha saúde, dos meus cabelos e sobre como a indústria sempre coloca o lucro acima do bem estar das pessoas. Eles não se importam com as muitas mulheres que soube terem tido corte químico mesmo com progressivas "SEM FORMOL"
    Mais uma vez: parabéns, Carla. Mas ainda teve gente que não entendeu que o ÁCIDO GLIOXÍLICO faz mal.

    ResponderExcluir
  51. Boa noite,não existe nem um produto capaz de pelo menos diminuir o volume dos cabelos sem agredir os fios? eu faço progressiva e não consigo viver sem, pois meu cabelo é volumoso,grosso e sem forma eu sofro, já tentei deixar crescer e ficar natural, mas não consigo....

    ResponderExcluir
  52. Sou químico, e posso garantir que o Glioxal, Glutaraldeído e formol são produtos altamente tóxicos, não caiam nessa! São todos carcinogênicos (cancerígenos).

    ResponderExcluir
  53. Olá, gostaria mto de saber se esta reaçao de glioxilico+lactico tbm acontece mesmo nos produtos que vc aplica, pausa e lava com shampoo normal e só depois escova e prancha... Estou desesperada, meu cabelo é cacheado e definitivamente, nao combina com meu rosto...

    ResponderExcluir
  54. Olá, gostaria mto de saber se esta reaçao de glioxilico+lactico tbm acontece mesmo nos produtos que vc aplica, pausa e lava com shampoo normal e só depois escova e prancha... Estou desesperada, meu cabelo é cacheado e definitivamente, nao combina com meu rosto...

    ResponderExcluir
  55. Juliana - Juiz de fora MG
    kkkk e olha que esse químicos ficam estudando a formulação do formol e é só colocar a prancha quente em outra química q vira formol? kkk sinceramente, então quero abrir a maionese Maria e vou aquecer para virar Hellmann's.

    ResponderExcluir
  56. oi,
    já tento alisar/relaxar meu cabelo a mto tempo. Já usei o xtenso, progressiva e outras coisas que passaram no meu cabelo que só Deus sabe o que era aquilo! Meu cabelo é frisado desde a raiz (miojo mesmo) e o melhor resultado que obtenho é disparado o do botox capilar - acido glioxilico. Já faz mais de 1 ano que uso- só faço raiz (já fiz CINCO vezes) e tenho luzes. Meu cabelo está mais forte que nunca e não tenho um fiozinho sequer quebrado. Qto ao fato de "virar" formol isso é inegável. Aquele cheiro ardido quando a cabelereira passa a chapinha é inconfundível.
    Sei que o formol é perigoso, mas sofri bullyng por causa do meu cabelo a infância inteira e minha maior satisfação hoje é desfilar um cabelo brilhante e com cachos soltos nas pontas!

    ResponderExcluir
  57. oi meu nome é syntia gostaria de saber sua opinião sobre a selagem spa Anna Haven. Diz agir por oxidação negativa sistema hydrosistein é o ativo no caso. Passou até em pequenas empresas grandes negocios. Gostaria de saber a sua opinião. Obrigada

    ResponderExcluir
  58. Oi, Carla! Como vai?
    Saudade dos seus posts, eu me informava e ria também, porque você sempre bem humorada, mesmo estando em dificuldade. Aiii, menina, eu não queria incomodar, mas não aguento mais, vou ter que te fazer a pergunta que não quer calar! Você poderia falar sobre o tal botox capilar Ybera? Meu cabelo tá uma paçoca, as pontas lisas e artificiais e raiz enrolada natural, me indicaram isso e eu não sei o que fazer mais.Pronto, perguntei! kkkk. Se puder me responder eu agradeceria muito.
    Fica com Deus!

    ResponderExcluir
  59. Olá,informei p uma cabeleireira q estava deixando meu cabelo crescer com a intenção de vender,mas queria tirar o volume p não precisar usar prancha,pois meu cabelo é liso mas tem volume,ela me aconselhou fazer botox com formol dizendo q ñ era química,duraria um mês e eu poderia vender que ñ ia interferir,isso é verdade?

    ResponderExcluir
  60. Existe alguma forma de alisar os cabelos sem riscos? Tem algum produto confiável?

    ResponderExcluir
  61. Gostaria de saber se tem algum método seguro para alisar os cabelos? Tem algum produto confiável?

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante, queremos saber a sua opinião sobre o tema!

# POR MOTIVO DE FORÇA MAIOR, NÃO POSSUÍMOS CANAL DE AJUDA E DÚVIDAS #

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails